Vestido Casinha de Abelha

Vestido casinha de abelha

O vestido casinha de abelha é um clássico da infância. Essa peça ganha o nome do tipo de ponto usado, que parece com as casinhas de uma colmeia, é versátil e pode ser usada em várias ocasiões e em diversas idades.

As meninas ficarão muito charmosas e lindas para as fotos. Além da praticidade, esse tipo de vestido é confortável e tem opções de cores e estampas que vão agradar todas as mamães!

Surgimento do vestido casinha de abelha

Na atualidade, o ponto de casinha de abelha é muito usado de forma decorativa nas roupinhas de criança, mas ele foi inventado para ter uma função prática.

Na Inglaterra da Idade Média, as mulheres precisavam de roupas que esticassem para se ajustarem melhor ao corpo e servirem por mais tempo. Como na época não existia o elástico, surgiu então o ponto smock, nome da camisa usada pelos fazendeiros da época.

Do lado prático, com o passar dos anos, o casinha de abelha se popularizou com ajuda da Família Real britânica e hoje todas as mamães que querem deixar suas meninas charmosas optam pelo vestido com esse detalhe.

Diferenciais do vestido

Uma das vantagens do vestido casinha de abelha é que ele se adequa a praticamente todas as ocasiões, desde um simples piquenique de "mesversário" até um casamento ou batizado.

Isso porque variando o tecido e o desenho do vestido, há infinitas possibilidades de uso do ponto casinha de abelha e, como esse tipo de trabalho já traz muito charme para a peça, quando a ocasião pedir mais sofisticação, é possível incrementar o look com acessórios como sapatinhos e adornos do cabelo.

Outro diferencial é o conforto. O vestido casinha de abelha é amplo e soltinho, o que facilita os movimentos da criança, sejam elas mais novinhas ou até as mais velhas que adoram correr e brincar!

Um vestido assim não vai incomodar ou machucar em nenhum momento. O conforto fica completo quando o tecido do vestido é algodão. Com ele, a pele da criança pode respirar e fica livre de alergias.

Para as crianças menores, você pode usar o vestido junto com um pagão. Já para as maiores é sempre recomendado utilizar uma calcinha de bebê (pode ser a clássica bunda rica) ou um bloomer. Essa prática deixa a criança mais protegida e o look ainda mais fofo.

Cuidados com a peça

O ponto casinha de abelha é feito com uma técnica de costura diferente para preservá-lo por mais tempo. O ideal é não torcer muito o vestidinho. Também é ideal que o verso do vestido, onde estão presos os pontos da trama casinha de abelha, não seja puxado ou cortado. Assim, a sua peça ficará perfeita por um período maior.

No mais, o cuidado será de acordo com o tipo de tecido da roupinha. Na lavagem, fica atenta sempre ao tipo de tecido e acabamento. Evite danos como desbotamento e danos a tecidos mais delicados.

Modelos

diversos modelos do vestido casinha de abelha. Para as ocasiões mais formais e importantes, você pode escolher um com um precioso detalha em renda renascença. Para ter sempre uma roupinha linda no armário e usar em várias ocasiões, invista em pelo menos um modelo de cor lisa e outro estampado.

O vermelho e o azul marinho são as cores mais fortes e marcantes, mas para você que ama tons suaves o branco e o rosa são perfeitos. Além disso, os estampados que são uma formosura à parte.

Aqui na Xique Xique Brasil temos vestidos casinha de abelha perfeitos. Escolha o seu.

 

Saiba mais sobre o Vestido Casinha de Abelha para bebês

 
O clássico modelo Vestido Casinha de Abelha batinha é atemporal, confortável e com ótimo custo benefício. Bem versátil, dá para usar no dia-a-dia, ou mesmo vestir as menininhas para casamento na praia, batizado, aniversário, além de ser uma ótima opção para vestido de fim-de-ano Natal e  Ano Novo. O corte do vestido é trapezoidal com preguinhas que se adaptam bem tanto as silhuetas mais sequinhas quanto as mais redondinhas. Os bracinhos também ficam livres, sem amarras, já que a manguinha é ampla, tipo japonesa, com delicado arremate de picueta em linha. Então é perfeito para bracinhos finos ou grossinhos.
 
Vestido Casinha Abelha é apaixonante e permite total liberdade a criança, deixando-a bem à vontade para movimentos de brincar, correr e pular, não apertando peitoral, cintura ou quadril. Para proteção maior, aconselhamos sempre o uso da calcinha "bunda rica" folgadinha, que acaba funcionando com um micro shortinho.
 
Origem do ponto Smock / Casinha de Abelha - O ponto smock originou-se na Inglaterra, pelas mãos das mulheres das tribos saxônicas que adornavam seus pesados trajes com uma técnica especial de franzido, que consistia em preguear parte do tecido, amarrando pontos específicos. O nome smock, que significa blusão, passou a designar, desde então, essa técnica de bordado especial assim obtido. Com o passar dos anos, esse ponto foi adaptado à moda e virou um clássico mundial, servindo até hoje de adorno para roupas infantis, camisolas e roupas de senhoras, sendo usado principalmente nas palas das blusas e vestidos. O ponto smock, conhecido no Brasil como Casinha de Abelha, pode ser feito sob os mais variados tecidos. A técnica consiste em projetar tramas e amarrações sobre um papel e transferir o desenho para o tecido, marcando os pontos por onde irão passar os fios e nós.