Mantas

Tão essencial para os primeiros meses, a manta para bebê é uma das peças principais de um enxoval. Com a finalidade de protegê-lo contra frio, sol, vento, é bastante usada no dia a dia, por isso deve ser escolhida com muito critério.

Como saber o melhor tipo de manta para bebê

Você sabia que as mantas para bebê disponíveis no mercado não são todas iguais? Conseguimos encontrá-las de diversos tecidos, tamanhos e cores. Devido a isso, elas também podem ser usadas em vários momentos, como uma simples volta no parque ou em um episódio mais especial, como festas e batizados.

Ao escolher uma manta para bebê, é importante ter em mente o acolhimento que ela deve proporcionar ao bebê. Pois, como a pele dele é bastante sensível, é essencial dar atenção à qualidade do material utilizado, para que não irrite ou provoque alergias. Por exemplo, adereços rígidos ou pedrarias podem levar à lesões na pele e até acidentes maiores.

Mantas de algodão costumam ser as mais apropriadas, pois acolhem bem e não irritam a pele do bebê. Sobre os enfeites, bordados planos são os mais adequados. Eles dão um diferencial à beleza e são seguros quanto a acidentes.

Já em relação ao tamanho, o comum é que tenham entre 80 cm e 90 cm.

Dicas de uso

As mantas de bebê podem ser usadas em momentos variados e, sim, são muito úteis. Assim, o aconselhável é investir em mais de uma. E, se possível, ter pelo menos uma ou duas mais elegante com rendas e bordados e as outras mais básicas para o dia-a-dia.

Para o uso de rotina quatro peças, normalmente, atendem bem. Nesse cálculo de quantidade é bom levar em conta o uso, o tempo para lavagem da peça e, claro, a disponibilidade financeira. O ideal é deixar sempre duas limpinhas, assim o bebê não fica sem.

Para as mamães que amam montar looks combinando, a dica é considerar os itens de vestuário do bebê na hora da escolha dos modelos.

Para usar em casa e em parques, é possível contar com umas mais simples. Já para momentos mais importantes (como saída de maternidade, batizado e outros eventos sociais), em que os detalhes fazem a diferença, o ideal é investir em mantas mais elegantes e que denotam ter mais qualidade, como a manta de renda renascença ou manta com bordado richelieu.

A diferença entre manta, cueiro e cobertor

Às vezes, chamamos tudo pelo mesmo nome, mas você sabia que existem pequenas diferenças? O cobertor de bebê costuma ser feito com um tecido mais grosso, é bastante apropriado para um clima frio e, geralmente, não é usado fora do berço. 

A manta de bebê é mais fina que o cobertor e tende a ter um tamanho menor. É bastante usada para proteger o bebê quando ele precisa sair de casa.

O cueiro é uma espécie de lençolzinho, sendo comum ser confeccionado em tecido de algodão ou flanela. Antigamente era muito usado para enrolar o bebê, fazendo o famoso charutinho bebê.

Por que escolher mantas para bebê da Xique Xique Brasil

  • São confeccionadas em tecido de algodão, como: piquê, cambraia e percal.
  • Não possuem tintura e tem toque suave, evitando a maioria das alergias e irritações;
  • São produzidas pensando na segurança do bebê, dando prioridade a enfeites com bordados;
  • São feitas artesanalmente, o que dá um grande diferencial à peça;
  • São criadas com técnicas valorosas, como a renda renascença e o bordado richelieu;
  • Dão um toque especial e glamuroso ao look do bebê.