Mandrião

Mandrião

 

O que é o mandrião de batizado?

O mandrião é a vestimenta mais tradicional nas cerimônias de batizado. A peça lembra um vestido, mas é, na verdade, uma camisolinha unissex. É a roupa mais aconselhável para batizados de bebês em vários cantos do mundo. 

A tradição do uso dessa peça surgiu em 1841, quando a rainha Vitória, soberana da Inglaterra, batizou sua filha com um modelo de mandrião. As cores variam do branco até o offwhite, seguindo sempre nuances bem claras para simbolizar a pureza do recém-nascido. 

O Brasil adotou o mandrião como ícone para os batizados e, graças a exuberância dos bordados manuais e das belíssimas rendas produzidas aqui, como a renda renascença, o mandrião batizado tornou-se a peça mais clássica e desejada para a cerimonia de iniciação na vida cristã.

O costume originado na Inglaterra é de passar a peça entre todos os recém-nascidos da família, criando, assim, um elo entre as gerações. Essa tradição também foi adotada no Brasil. É comum os pais comprarem o mandrião já pensando no uso por todos os seus filhos, netos e demais descendentes.

O mandrião é sem dúvida o ícone mais emblemático dos batizados da realeza britânica. Mais de 60 bebês da família real britânica usaram réplicas do mandrião criado em 1841 para a princesa Victoria, filha mais velha da rainha imperatriz Victoria, incluindo nesses todos os filhos e netos da rainha Elizabeth.

A Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, batizou com esse mandrião de renda seus três filhos — George, Charlotte e Louis. Recentemente, Archie, filho do príncipe Harry e da duquesa de Sussex Meghan, recebeu as bençãos do batismo utilizando também a tradicional veste família.

O mandrião para batizado é uma das melhores escolhas para quem quer seguir pelo estilo clássico do sacramento do batismo. A peça é linda, tradicional e ainda traz em si a possibilidade de criar um elo entre as futuras gerações da família. 

Imagine você poder usar o mesmo mandrião de batizado com seus filhos, depois com seus netos e, mais no futuro, os filhos deles poderão dizer que aquele lindo mandrião de renda está na família há várias gerações. A escolha pelo mandrião é um investimento no futuro e na história da sua família. 

 

Como usar o mandrião de batizado?

O mandrião batizado é uma peça ícone, bem trabalhada e cheia de requinte. Existem diversos modelos como mandrião de renda e mandrião de renda de algodão que são muito fofos, e o mandrião de renda renascença, que é o mais elegante. 

Como é uma roupa para batizado bem marcante, o melhor acessório é coordenar apenas com uma touca de batizado. E, deixe que a beleza do bebê ser o ponto forte do visual.

Além disso é muito importante manter o recém-nascido o mais confortável possível, então evite tiaras muito apertadas, laços muito espalhafatosos ou enfeites maiores. 

A peça que combina bem com o mandrião é a touca de batizado. O acessório traz ainda mais charme para o visual e deixa todo bebê com uma carinha linda e emoldurada para as fotos. 

 

Como comprar o mandrião de batizado ideal?

Antes de tudo, é importante ficar atenta à qualidade do mandrião, principalmente se a ideia é passá-lo de geração em geração.

Um bom tecido é o começo de tudo. Usualmente os tecidos são cambraia de algodão ou cambraia de linho. Ambos, conhecidos pela sua delicadeza e elegância na confecção de vestuários clássicos para bebês.

O mandriao é uma roupa obra de arte, feito à mão com um primoroso trabalho de rendas e bordados. É uma peça que será patrimônio de família e, por isso, nada mais justo que a exclusividade e a qualidade do belíssimo trabalho artesanal tenha um preço maior, que as roupas comuns industrializadas.

Mas tenha certeza que um mandrião batizado artesanal de qualidade, é uma verdadeira obra prima e, vale cada centavo. Tamanha a sua significância, há famílias que costumam guardá-lo emoldurado.

 

Qual o melhor estilo de Mandrião?

Sobre o estilo, se o seu desejo é utilizar o mandrião batizado para várias gerações da família, escolha um clássico e não erre.

Existem mandriões de muitos modelos e cores, dos mais simples lisos aos mais rebuscados e até mesmo os bem coloridos. Alguns preferem inovar, seguir tendências. É realmente uma questão de gosto.

Quem quer uma peça que represente a tradição e o requinte como nenhuma outra, o mandrião branco, com rendas e bordados é a ideal. A cor branca simboliza a pureza do recém-nascido e sua conexão com o sagrado. 

Não há dúvidas que o mandrião é a melhor escolha para quem quer iniciar uma tradição na família e criar laços com seus descendentes.